Arquivo da categoria ‘Star Wars’

Pessoal, agora é oficial! O SOS Hollywood mudou de casa!

O novo endereço é www.soshollywood.com.br (o .com também vai funcionar assim que o redirecionamento estiver completo).

Atualizem seus bookmarks, avisem aos amigos e, por favor, ajudem a divulgar. Participem dessa nova empreitada, totalmente nova e com tudo para dar certo! =D

Grande abraço a todos e Obrigado pela Presença!
– Fábio M. Barreto

Mesmo que você não seja fã de Star Wars, confira esse imperdível vídeo em homenagem a John Williams e à saga. Tudo cantado a capela por um sujeito só. Fantástico!

Atualizado:
Aí vai a letra:
(mais…)

Obama e Star Wars!

Publicado: 05/11/2008 em Pessoal, Star Wars
Tags:,

Dispensa comentários! =D
Nerd Power!!!!

Roteiro de Blade Runner II está quase pronto! Agora é rezar para São Sinfrônio e ver no que vai dar!

Essa é uma daquelas notícias difíceis. Não dá para saber se é boa ou ruim, mas nunca se sabe. Mas tem gente mexendo em Blade Runner, um dos maiores filmes de ficção científica de todos os tempos, então é bom ficar de olho.

Não é segredo que o produtor veterano Bud Yorkin, que produziu Blade Runner – O Caçador de Andróides, de Riddley Scott, quer fazer uma seqüência para o filme. Entretanto, o SOS Hollywood conseguiu uma atualização do projeto com exclusividade. Desde 2006, os roteiristas John Glenn e Travis Wright (Controle Absoluto) estão envolvidos em diversos tratamentos de roteiro para a continuação. Embora minha fonte não possa confirmar, a versão atual da história está muito próxima do que Yorkin quer levar os cinemas.

Recentemente, Yorkin participou de uma série de reuniões com a The Third Floor (onde metade da equipe que fez os efeitos de A Vingaça dos Sith trabalha depois de ter concluído o filme), empresa de pré-visualização, ou previs (uma espécie de storyboard 3D), para elaborar as seqüências em que Deckard persegue um dos replicantes e uma das cenas de combate espaciais nas colônias espaciais, onde a história deve se passar. Só por esse detalhe já dá para esperar mais ação e elementos futuristas. Há rumores de que um modelo em 3D de uma das naves já esteja pronto.

Minha fonte informa que Yorkin ficou altamente impressionado com as possibilidades da previs para evitar atrasos e refilmagens desnecessárias como aconteceu no primeiro filme. Se conseguir luz verde para o projeto, Yorkin já deixou claro que pretende contar com as estrelas Harrison Ford, Hutger Hauer e Daryl Hannah. Ford já falou que volta, quando o entrevistei no começo do ano, então tudo pode acontecer.

Se for bom ou ruim, só o futuro vai dizer! Os roteiristas são bons, nerds de carteirinha e tem um baita respeito pela obra e o produtor é o mesmo do primeiro filme, então, não fico tão apavorado quanto deveria. Mas ainda dá medo, ô se dá!

Em breve, mais informações! Quebra tudo Deckard!

Aproveitando, eu não gostaria de ver um novo filme, pois acho muito arriscado. E vocês? Opinem no nosso fórum aí embaixo!

==

ATUALIZAÇÃO
Como um site gringo publicou a matéria – 12 horas depois que o SOS Hollywood deu o furo – e parece não ter as informações completas, aí vai mais um dado que é 100% apurado e correto. Os roteiristas envolvidos foram pagos integralmente pelo trabalho desde 2006, logo, já há investimento, mesmo que pequeno e todo saído do bolso de Yorkin. Logo, não estamos falando apenas de uma idéia ou tentativa, mas de algo que Yorkin pensa em fazer desde 1997, quando mencionou o assunto pela primeira vez.
Ah, esses gringos! hehehe!

A contagem regressiva para a estréia de Star Wars: Clone Wars, a série animada, está próxima do seu final, então começam a pipocar imagens do primeiro episódio “Ambush“. Confira abaixo a foto mais recente divulgada pela LucasFilm!

Para aplacar o desespero do mais afoitos, o roteirista do episódio – Steve Melching (The Batman) – contou um pouco sobre como o Mestre Yoda vai ser apresentado na abertura da série. “Quis recuperar um pouco daquele humor sacana do Yoda em O Império Contra-Ataca e misturar com aquele lado mais sério que ele ganhou na nova trilogia, então ele precisa liderar esses três clones numa situação bem desesperada. Acho que ele ficou sério demais, por isso aproveitei a chance para lembrar os fãs de que ele é engraçado, inspirador e ainda bota para quebrar quando precisa. Foi assim que o vi pela primeira vez e é assim que gosto de lembrar”.

Star Wars: The Clone Wars começa a ser exibida na sexta-feira aqui nos Estados Unidos. Eu vou pirar!

Resolvi armar uma novidade para vocês hoje. Em vez de escrever sobre tudo que foi dado de brinde e algumas coisas curiosas que aconteceram durante a San Diego Comic-Con 2008, resolvi fazer um vídeo xumbrega ao extremo para mostrar as coisas para vocês.

Sim, eu sei que o mico é inevitável, mas fazer o que? O som está ruim, minha voz é péssima, mas é isso ae! Espero que gostem! Se não gostarem também, vão para o meio do Hell! YAY! =D

Aumente o som, sério!

Parte I

Parte II

Se alguém quiser se oferecer para editar, fale comigo! 😀
Meu computador não tem memória nem para pensar em editar alguma coisa. Por que será que algo me diz que isso vai parar no Arre-Égua? =D

Zack Snyder

SAN DIEGO – Embora não seja unanimidade entre os críticos, os nerds de histórias em quadrinhos e cinema têm um ditado quando assunto é adaptar grandes títulos para o cinema: In Snyder We Trust (Em Snyder a gente confia!). A frase foi retirada da nota de 1 dólar – In God we Trust – e se refere ao diretor Zack Snyder, que segue numa carreira meteórica depois de refilmar Despertar dos Mortos, de George Romero, e de encarar o desafio de levar 300, de Frank Miller para o cinema. Snyder é o homem responsável pela até então impossível tarefa de transformar Watchmen, de Alan Moore, em filme. Apaixonado assumido e considerado uma “enciclopédia” pelos os atores com quem trabalha, o diretor parece ter acertado a mão, novamente, com Watchmen, um dos filmes mais antecipados de 2009.

Zack Snyder conversou com o SOS Hollywood durante a San Diego Comic-Con e falou sobre seu novo filme, a pressão dos fãs e, claro, sobre o momento atual dos quadrinhos no cinema. A entrevista foi bacana, mas devo dizer que encontrei um Snyder claramente esgotado fisicamente. Embora ele ainda demonstre toda a paixão que garantiu muitos fãs aqui, o ritmo ininterrupto de filmes sem dúvida tem afetado o “homem adaptação de quadrinhos”. Para ajudar, vários para-quedistas participaram da entrevista (gente perguntando sobre Alan Moore e sobre a “importância da Comic-Con”, putz), mas o troféu “Volta pra Casa” vai para uma correspondente brasileira que só ficou lá, sentada, gravando as entrevistas e não abriu a boca. Muito bem flipper!

Agora chega de enrolação, leia a entrevista!


Por que demorou tanto para Watchmen ser adaptado?

Watchmen levou 20 anos para achar seu lugar no universo, eu acho. Esse trabalho é tão relevante que pudemos dizer que é “a graphic novel mais celebrada de todos os tempos” no trailer. Quem vai dizer o contrário? (risos)

(mais…)