Arquivo da categoria ‘Entrevistas’

Pessoal, agora é oficial! O SOS Hollywood mudou de casa!

O novo endereço é www.soshollywood.com.br (o .com também vai funcionar assim que o redirecionamento estiver completo).

Atualizem seus bookmarks, avisem aos amigos e, por favor, ajudem a divulgar. Participem dessa nova empreitada, totalmente nova e com tudo para dar certo! =D

Grande abraço a todos e Obrigado pela Presença!
– Fábio M. Barreto

Johnny Depp (c) 2009 - Fabio M. Barreto

Johnny Depp recebeu este correspondente para falar sobre Inimigos Públicos, mas, claro deu uma pincelada no aguardado Alice no País das Maravilhas

Ontem, o mundo foi apresentado ao visual do Chapeleiro Maluco, personagem original de Lewis Carroll e adaptado para o cinema por Tim Burton. Johnny Depp é o homem por trás da criatura. Em entrevista realizada na manhã ensolarada de Los Angeles, no hotel Four Seasons, Depp falou à revista Sci-Fi News/SOS Hollywood, sobre Inimigos Públicos e, claro, não podia perder a chance de falar sobre o próximo personagem. Confira a leitura de Depp, sobre Alice no País das Maravilhas:

“Busquei referência principalmente no livro. O Chapeleiro sempre me fascinou por conta de alguns detalhes que pouca gente percebe”, disse Johnny Depp a este correspondente. “Por exemplo, ele diz que ‘investiga coisas começadas pela letra M’. Fui buscar informações sobre isso, as razões para essa menção curta e simples, mas muito intrigante, e descobri que o Mercúrio presente na cola usada pelos chapeleiros tinha poderes alucinógenos e, por isso, criou-se a expressão ‘as mad as a hatter’/’tão louco quanto um chapeleiro’. Eles piravam por causa disso. Estudei cada uma dessas minúcias, então rascunhei minha idéia visual; Tim [Burton] mostrou os rabiscos dele, e foi engraçado ver que pensamos em coisas muito próximas (risos).”

chapeleiro maluco

A entrevista completa, você confere na Sci-Fi News de agosto e, claro, aqui no SOS Hollywood.

itmightgetloud_1

Surto completo depois de entrevistar Jimmy Page. Fotos toscas, depoimento e felicidade exagerada. O sujeito é fantástico!

Acabei de voltar do chiquérrimo hotel Beverly Wilshire, onde entrevistei Daniel Craig ano passado. Dessa vez, foi a vez de chegar perto de um ídolo, ou melhor, algo próximo de um deus para mim. Não por eu ser xiita pelo Led Zeppelin, mas por nunca sequer imaginar que eu me encontraria com Jimmy Page. No fim das contas, fiquei mais doido que aquele moleque sem-noção do Quase Famosos! =D

(mais…)

emmacapricho

Em mês de muitas estréias, apareço assinando também a capa da Capricho, com belíssima foto de Emma Watson.

Essa foi a primeira vez que colaborei com a teen da Abril e sacramenta de vez a entrada profissional nesse mercado, aliás, a Atrevida assinou comigo e devo aparecer todos os meses na teen da Escala. Profissionalmente é bom, pois não falta oportunidade nesse meio adolescente e existe vida inteligente ali. Entrevistei Selena Gomez outro dia e foi bastante interessante. Bom, sei que o pessoal de Harry Potter já começou a correr atrás da matéria e agradeço a atenção (alguns links pintando aqui para o SOS, especialmente o pessoal do Oclumencia e do Potter Heaven). Como forma de agradecimento, aí vão duas perguntinhas que ficaram fora da entrevista. =D

Para quem não sabe, Emma Watson dará o ar da graça nas telonas no auge do verão americano, com Harry Potter e o Enigma do Príncipe. Alguém duvida de bilheteria milionária? =D

(mais…)

Manhê! Estou na capa da Rolling Stone!
Rolling o que, filho? =D

Maio foi um mês muito especial para mim, pois realizei meu grande sonho profissional. Publiquei meus dois primeiros artigos na Rolling Stone. Ano passado havia feito uma crítica de Cloverfield – Monstro, mas foi bem pequena e apenas uma opinião, coisa que faço todos os dias no site, no twitter, onde quer que alguém me pergunte. Agora foi diferente, bolei uma bela pauta cinematográfica (clique aqui) e entrevistei ninguém menos que Christian Bale, por causa de O Exterminador do Futuro: A Salvação (leia crítica aqui). Fiquei muito feliz. Realizar sonhos deveria ser comemorado mais que aniversário ou datas obrigatórias, aliás, por que não celebramos nossas realizações e grandes idéias, em vez de ficar se preocupando com idade ou Natal? Maio do ano que vem tem festa! =D

Enfim, abaixo segue reprodução de texto liberado no site da Rolling Stone (clique aqui para deixar um comentário lá no site da revista, se quiser) da entrevista com Christian Bale. Obrigado a todos por terem ajudado a realizar esse sonho e espero que gostem.

(mais…)

vin-diesel_fastfurious

Velozes e Furiosos 4 pisa fundo para tirar o fôlego do público, reascende a estrela de Vin Diesel e leva fácil o prêmio de filme mais cheio de clichês da temporada. Mas alguém realmente vai se preocupar com isso? Acelera e manda bala!

Por Fábio M. Barreto, de Los Angeles

O discurso de Vin Diesel é claro ao receber o SOS Hollywood no topo do Arclight, em Los Angeles. Fez Velozes e Furiosos 4 para os fãs. Os carros principais utilizados no filme completam o ambiente que, embora frio e com vento constante, ganha seu charme quando os motores do Dodge Charger, Gran Torino e do Camaro atraem a atenção de todos. “Os fãs fizeram dessa franquia um sucesso e sempre se importaram com Dom, então, por que não fazer isso por eles?” Tudo começou com uma ponta no final de Desafio em Tóquio, trabalho que realizou para divulgar uma música da República Dominicana e também garantiu Diesel como produtor de Velozes e Furiosos 4. Justin Lin retorna à direção da franquia, com Paul Walker, participação curta de Michelle Rodriguez e Jordana Brewster.

(mais…)

mva004

Nova animação da DreamWorks promete muita ação, mas nem mesmo uma técnica 3D impecável salva o roteiro de ser fraco e focado num drama existencial feminino.

Alienígenas invadem a Terra. Nossas armas são inúteis. E a única saída é convocar os Monstros, armazenados na Área 51, para nos defender. Junte tudo e se prepare para uma grande comédia de ficção científica, com formidável elenco de vozes, incluindo Hugh Laurie, Seth Rogen e Kiefer Sutherland. Some à fórmula uma das melhores execuções de criação em 3D, que beira o brilhantismo. Porém, nada disso ganha força necessária perante um roteiro que sofreu inúmeras mudanças ao longo de seu desenvolvimento no qual Monstros e Alienígenas são apenas acessórios para um conto sobre autodescoberta e amadurecimento pessoal.

(mais…)